Passo a passo para plantar orquídeas em árvores

6

Postado por admin | Postado em Dicas importantes, Orquídeas como cuidar, Sem Categoria | no dia 14-11-2012

A beleza para lá de delicada das orquídeas encanta facilmente as pessoas apaixonadas por flores. Justamente por isso, é muito comum encontrarmos esta planta nos jardins de casas, em qualquer lugar do país.

Para embelezar ainda mais o seu quintal, muitos moradores optam por cultivar a orquídea em árvores, o que exige maior atenção e cuidados, ao contrário do que acontece com as plantas cultivadas em vasos e arranjos.

Foto: Sarzedo Ecologia

Alguns detalhes devem ser considerados, principalmente durante a fase de adaptação, que é quando a orquídea precisa receber, de forma prática e segura, os nutrientes necessários para o seu desenvolvimento saudável. Nesse sentido, o substrato próximo às raízes da planta deve ser mantido em um suporte preso à árvore.

Para saber mais informações a respeito de como plantar e cuidar de sua orquídea na árvore, confira a seguir algumas dicas úteis que vão mantê-la sempre firme e bonita:

- Primeiramente, adquira o material necessário para cultivo, ou seja, uma placa de fibra de coco, seis pregos tamanho 17×21, um martelo comum, uma tesoura, um par de luvas de vinil e uma orquídea phalaenopsis, que deve ser plantada em um local atingido pela luz solar apenas de manhã ou fim da tarde;

- Após a aquisição de todos os materiais, retire a orquídea do vaso com bastante cuidado para que o substrato não caia e deixe à mostra suas raízes;

- Em seguida, meça a largura das raízes da orquídea, cortando, em seguida, a placa de fibra de coco em linha reta, a fim de adquirir a faixa que irá envolver a planta;

- Já cortada, molde a fibra para que fique na forma de um cachepô;

Foto: Delas.ig

– O próximo passo é encostar a orquídea no tronco da árvore, cobrindo o substrato com a placa, deixando de fora o caule e as folhas;

– Depois de fixar a placa na orquídea, bata um prego em cada lado da planta para deixá-la bem presa à árvore. Mas tenha cuidado para não sufocar a flor com o suporte. Atença redobrada nesta etapa;

– Quando a orquídea for muito pesada, fixe também seu caule na árvore. Para isso, ponha um prego em cada lado do caule e amarre uma fita ou corda em volta;

– Dê preferência a árvores com troncos rugosos de no mínimo 60 centímetros de diâmetro, ele facilita a fixação da orquídea, cujo processo leva em média de dois a três meses.

Para saber quando a planta encerrou seu processo de fixação, observe se suas raízes estão presas à casca da árvore e se os musgos estão encobrindo a sua superfície. Somente em casos afirmativos, será possível retirar o suporte que sustentava a orquídea até então.

Depois de fixar a planta ao tronco da árvore, o mais importante é cuidar das regas. No caso das orquídeas phalaenopsis, vale lembrar que não há necessidade em encharcá-las, variando a quantidade de água de acordo com a estação do ano.

Dessa forma, a planta permanecerá bela por muito mais tempo, cumprindo o seu papel em qualquer jardim: deixando-o ainda mais alegre e bonito.

Orquídeas

0

Postado por admin | Postado em Orquídeas como cuidar | no dia 16-05-2012

As orquídeas possuem uma variedade aproximada de 30.000 espécies, e são as preferidas dos colecionadores, podendo durar muitos anos.

Conheçam algumas espécies:

 

A Orquìdea Phalaenopsis cor azul é o resultado de um procedimento realizado em orquideas de cor branca; consequência de vários testes e pesquisas.

 

 

 

Por causa das suas flores pequenas é conhecida como Orquídea
Chuva de Ouro
; além disso, possui tonalidades: verdes, amarelas, alaranjadas e marrons.

Bromélia

0

Postado por admin | Postado em Orquídeas como cuidar, Plantas em vasos dicas, Sem Categoria | no dia 24-01-2012

Com aproximadamente três mil espécies e a grande maioria híbridas, as Bromélias são naturais da América e apresentam ilimitadas variedades de formatos e cores; podem ser epífitas (apoiada em outro vegetal para conseguir maior quantidade de luz e ventilação), rupícolas ou terrestres (crescem sobre as pedras).

As bromélias proporcionam uma considerável resistência quanto a sua sobrevivência. Além disso, são agrupadas em mais de 50 gêneros e adaptam-se muito bem em vasos, troncos ou xaxim.

Curiosidade:

Florescem apenas uma vez durante sua vida. Depois de florescer, a Bromélia brota de forma lateral e substitui a planta que morreu.

 

Visite a nossa loja virtual e confira o nosso Vaso de Bromélia.

Orquídea

0

Postado por admin | Postado em Orquídeas como cuidar, Plantas em vasos dicas, Sem Categoria | no dia 28-11-2011

Segundo as regras de nomenclatura botânica, convencionou-se que o nome da família tem que ser escrito em latim: Orchidaceae (proveniente do grego Orchis).

Composta de plantas que produzem flores e frutos (monocotiledôneas), a família Orchidacea possui aproximadamente, 35 mil espécies naturais e 65 mil híbridos. Existem três espécies de plantas na família das orquídeas que são classificadas conforme o seu lugar em seu habitat de origem; são as Epífitas, Terrestres ou Rupícolas.
EPÍFITAS OU DENDRÍCOLAS – habitam grudadas em troncos de árvores. Porém, não parasitam, pois desempenham a fotossíntese.

TERRESTRES – são plantas comuns, nascem da terra.

RUPÍCOLAS -  orquídeas tipicamente brasileiras. Apresenta rochas como apoio, fixadas nos líquens das fendas.

A Ikebana Flores conta com uma variedade de orquídeas, catléia, phalaenopsis e outras. Todas são cuidadosamente embaladas com requinte, papéis modernos ou rusticidade do cachepot e juta, e o clássico vidro. Venha conferir! Acesse a nossa loja virtual: