Animais de estimação x plantas: quais são perigosas?

ico admin ico 11/03/2021

Quem tem animais de estimação sabe quanto eles demandam atenção e carinho, não é mesmo? E quem gosta de cultivar plantas em casa tem uma preocupação a mais.

Cães e gatos, por exemplo, são curiosos e adoram explorar todos os cantos do ambiente. Por isso, frequentemente nos perguntamos: afinal, existem plantas tóxicas para os pets? 

E, como 14 de março é o Dia Nacional dos Animais, preparamos esse artigo para alertar sobre folhagens e plantas perigosas para eles. O objetivo é manter seus animaizinhos seguros e suas plantas bonitas e bem cuidadas. Boa leitura!

Cachorros, gatos e sua estranha atração por plantas

Muitos cachorros não conseguem evitar um vaso sem revirar a terra e até morder as folhas. Porém, dependendo da planta, esse hábito pode ser nocivo e colocar a saúde do animal em risco. 

Por outro lado, os gatos não ingerem plantas com a mesma frequência que os cães. Porém, não é raro encontrá-los intoxicados por esse motivo. O problema é maior quando o diagnóstico do veterinário é prejudicado porque o tutor não sabe qual tipo de planta o animal ingeriu.

Plantas tóxicas mais comuns para os gatos

  • Antúrio e Azaleia; 
  • Babosa, Banana-de-macaco ou manacá, Begônias e Bico-de-papagaio; 
  • Comigo-ninguém-pode, Copo-de-leite, Coroa-de-cristo e Costela-de-adão;
  • Dedaleira;
  • Erva-moura e Espirradeira; 
  • Folha-da-fortuna;
  • Hera e Hortênsia;
  • Lírio, lírio-da-paz e lírio-do-vale,
  • Mamona (mamoneira); 
  • Tulipas.

Algumas frutas também merecem atenção. Damascos e passas de uva são perigosos e não devem ser ingeridos. As sementes da maçã são altamente tóxicas para os gatinhos. 

Plantas tóxicas para os cachorros

  • Azaleia; 
  • Babosa e Bico de papagaio; 
  • Cheflera, Comigo-ninguém-pode, Copo-de-leite e Costela-de-Adão;
  • Espada de São Jorge e Estrelícia (conhecida como Ave-do- Paraíso), planta exótica muito utilizada em ramos de flores ou em jardins; 
  • Filodendro e Folha da fortuna; 
  • Jiboia e Lírios; 
  • Mamonas, Narcisos, Palmeira-sagu, Prímula ou Primavera;

Plantas tóxicas perigosas aos animais em jardins e áreas públicas

Algumas plantas não cultivadas em casa, mas são frequentes em parques, áreas públicas e bosques são venenosas. Portanto, se você costuma levar seu cão para passear ou deixa seu gato solto nessas áreas, redobre a tenção. 

  • Alamanda, Cartucheira e Coroa de Cristo;
  • Espirradeira e Eucalipto;
  • Hortênsia;
  • Mamona;
  • Palmeira-sagu e Palma de Ramos.

Sintomas comuns de intoxicação em animais domésticos

Em geral, animais intoxicados por ingestão de plantas costumam apresentar sintomas aparentes. Entre eles, irritação local (língua, boca a garganta), produção excessiva de saliva, vômito, desconforto abdominal e diarreia.

Também aparecem sintomas como tremores, convulsão e ataxia (perda de coordenação), arritmia, taquipneia e dispneia (dificuldades respiratórias).

O que fazer em caso de intoxicação de animais por plantas tóxicas

O ideal é evitar decorar sua casa com plantas não recomendadas para animais domésticos. Porém, caso ocorra ingestão acidental com alguma delas, a primeira providência é o bichinho até um médico veterinário imediatamente. 

Não provoque vômito no seu pet, pois ele pode aspirar e desenvolver pneumonia. Outra dica importante: não dê leite para animais envenenados ou intoxicados. Essa atitude, além de atrapalhar o socorro imediato, não tem efeito antídoto. Ao contrário, beber qualquer substância pode piorar o caso e provocar vômito e risco de aspiração. 

Se você tiver cuidado com as plantas relacionadas nesse artigo, já vai evitar acidentes com seus animais de estimação. As demais podem ser cultivadas normalmente. Porém, caso alguma espécie não esteja na lista e você tem dúvidas a respeito dela, converse com um veterinário. 

Por Ana Bittencourt (MTb 14.265)

Os comentários estão fechados.