Aprenda como usar cacto na decoração

ico admin ico 25/06/2018

 

Cultivar plantas e flores é uma das atividades mais prazerosas para quem curte o contato com a natureza. Entretanto, nem sempre é possível criar e manter um lindo jardim na residência, seja por causa da correria do dia a dia ou da falta de espaço. Mesmo assim, é possível enfeitar o seu lar com espécies muito bonitas. Que tal usar o cacto na decoração?

Gostou da sugestão? Então continue a leitura deste post. Ele é um miniguia para você utilizar essa planta, que tem uma variedade de tamanhos e combina com diversos cômodos da casa.

Conheça detalhes sobre o cacto

Existem diversos tipos e tamanhos de cactos disponíveis na natureza, incluindo espécies que dão flor. Na maior parte dos exemplares, a planta se apresenta nas formas arredondada, em coluna ou achatada. Não possui folhas. No lugar delas estão os espinhos. Confira alguns detalhes importantes sobre essa planta.

Características

Como uma planta suculenta, o cacto tem tecido espesso com um revestimento encerado. Essa condição ajuda na captação e retenção de altos volumes de água, garantindo a sua sobrevivência por longos períodos de seca. Suas raízes não são profundas, o que também facilita a absorção hídrica.

A planta é famosa pelos seus espinhos pontiagudos. Eles nascem e crescem de modos diferentes. Determinadas espécies dão flor e têm galhos.

Habitat

É uma planta típica das áreas desérticas e de lugares áridos, onde outras plantas dificilmente conseguem se desenvolver, como América do Sul e Central, México e Estados Unidos. Geralmente o cacto cresce no chão. Os da espécie epifilos se desenvolvem nas plantas. Outros tipos são encontrados em pedras.

Na natureza estima-se que existam aproximadamente 1.650 tipos de cactos. O Brasil possui cerca de 300 espécies.

 

 

Cuidados

O cacto é uma planta que pode demandar, conforme a espécie, alguns anos para adquirir um novo formato ou gerar uma flor. Ele se adapta bem ao cascalho e à areia, aos espaços abertos e aos que recebem luz direta do sol.

Se você pretende deixar seu cacto ao sol durante o dia todo, molhe a planta de 15 em 15 dias. No caso de mantê-lo dentro da residência, em área fresca, não é preciso regá-lo por até 30 dias.

Mais um detalhe: arrancar os espinhos significa prejudicar o processo evolutivo e reduzir a vida da planta.

 

Use o cacto na decoração com criatividade

Com a grande variedade de espécies, tamanhos, formas e florações, o cacto incentiva ótimas ideias decorativas. Com bom gosto e imaginação, você consegue dar um toque especial aos espaços da sua casa. O cacto promove a harmonização com qualquer estilo e acrescenta um ar divertido aos ambientes. Confira algumas sugestões muito legais de decoração.

Mesinha de centro

O local ideal para você enfeitar com cactos de pequeno porte e espécies variadas. Experimente usar vasos de cores, tamanhos e formatos também diversificados. Uma toalha lisa ou bordada agrega delicadeza e muito charme à composição.

 

 

Escada

Outro espaço em que uma decoração com cactos faz toda a diferença. A sugestão é distribuir pelos degraus diversos tipos da planta de tamanho médio em vasos diferenciados e criativos. Coloque nos degraus, do lado da parede ou encostados na grade de proteção.

 

Estante da sala

É tudo de bom instalar uma estante na sala só para colocar seus cactos. Acredite: fica muito bonito e amplia a sensação de aconchego do cômodo. A cor da estante deve ser neutra para valorizar os vasos. Paninhos decorados debaixo deles são pura elegância.

 

Parapeito da janela

Para esse local, a sugestão são os cactos pequenos em vasos diversos nos tamanhos e nas cores. Esses detalhes fazem a diferença e dão um colorido alegre e descontraído ao ambiente. Evite colocá-los do lado de fora da janela, caso você more em apartamento.

 

Gostar de plantas e flores faz muito bem para a nossa saúde física e mental. Alivia o estresse e nos aproxima da natureza. Portanto, aproveite a dica e relaxe usando o cacto na decoração da sua casa. A sua qualidade de vida agradece.

Boa ideia decorar sua casa com cactos, não é? Contudo, se você deseja realizar projetos mais complexos, leia em nosso blog o artigo Como fazer um canteiro de flores.

Deixe um comentário