Como montar um orquidário em casa

ico admin ico 24/12/2020

Montar um orquidário em casa é uma solução bonita e elegante para transformar os ambientes e para conviver com plantas. E você sabia que um orquidário não precisa ter só orquídeas?

Isso mesmo que você leu. Um orquidário é um viveiro de plantas, em geral, as epífitas, espécies que vivem sobre outras sem que ocorra uma relação de parasitismo. Nessa categoria entram, além das orquídeas, as samambaias, as avencas e as bromélias. 

Nesse artigo trazemos sugestões para montar seu orquidário em casa de forma econômica e criativa, inclusive utilizando materiais sustentáveis. 

Confira a seguir as ideias da Ikebana Flores para você ter seu viveiro de orquídeas dentro ou fora de casa, com muita elegância e sem dificuldade. 

O que é um orquidário

Um orquidário é um local específico para cultivar, armazenar e apreciar orquídeas e outras plantas epífitas, como as avencas e as samambaias. 

Esse ambiente de cultivo e contemplação pode ser um terreno, uma estufa, um viveiro ou até mesmo aquele cantinho disponível na varanda. 

Tudo vai depender da disponibilidade de espaço que você tem em casa, da sua criatividade e vontade de ter seu próprio orquidário. 

Para ajudar nessa jornada, listamos algumas sugestões que podem se adaptar ao seu ambiente disponível ou ao seu orçamento.

Tipos de orquidários

Mini-orquidário suspenso

Essa é a configuração ideal para quem tem espaços pequenos, mas muita vontade de cultivar orquídeas. 

Instale uma estrutura de madeira fixada ao teto. Assim, você pode pendurar os cachepôs com as plantas, em uma altura que não atrapalhe a visão, nem prejudique a circulação de pessoas. 

Coloque quantos vasos de orquídeas quiser, desde que a estrutura seja firme o suficiente para suportar o peso. 

Orquidário vertical

Mais opção para casas ou apartamentos com espaços reduzidos, o orquidário vertical – quando bem planejado – deixa o ambiente mais bonito.

Observe as paredes livres do cômodo e faça um esboço no papel, distribuindo vasos em toda a extensão.

Você pode organizar as orquídeas de maneira simétrica ou aleatoriamente. O orquidário vertical é uma opção de baixo custo e fácil de realizar, pois não exige nenhuma estrutura extra, apenas alguns ganchos para pendurar os vasos na parede. 

Orquidário de madeira e paletes

Essa sugestão propõe um orquidário sustentável para ser executado com paletes de maneira. Esses materiais são reaproveitáveis e podem ser adquiridos com baixo custo. 

Para executar esse projeto, você deve fixar pequenos vasos de fibra de bambu. Depois, plante diferentes espécies de orquídeas, procurando harmonizar os tons e cores. 

Visualmente, o orquidário de paletes lembra muito o orquidário vertical. A diferença é o custo menor, já que é possível conseguir alguns materiais como doação. 

Por isso, vale a pena percorrer o comércio da vizinhança, pois alguns estabelecimentos costumam doar seus caixotes. 

Simples e barato

Nossa quarta e última sugestão pode ser ainda mais econômica do que o orquidário de paletes. Para fazê-lo, você pode utilizar materiais de descarte ou demolição.

Nessa proposta, vale resgatar aquela porta de maneira que seria jogada no lixo ou aquela escada velha de madeira que está empenando na garagem. 

Janelas de demolição também são boas opções. Use seu olhar para descobrir esses materiais para dar um ar mais vintage e econômico ao projeto do seu orquidário caseiro. 

Como montar um orquidário (dicas)

Outra boa maneira de executar seu orquidário em casa é começar com essas dicas. Tudo o que você precisa fazer é combinar as sugestões com os projetos listados anteriormente. Portanto, antes de montar seu viveiro de orquídeas, observe.

O ambiente

Antes de qualquer coisa, defina o melhor local para montar seu orquidário. Observe a quantidade de luz que o espaço recebe, em diferentes horas do dia. 

A luz da manhã é a preferida das plantas, pois nesse período a temperatura está mais amena e as orquídeas podem aproveitar melhor o sol. 

O tamanho

O espaço disponível para montar seu orquidário não deve ser ignorado. Considere o tamanho da estrutura que pretende montar e também as dimensões que ela pode ocupar com o passar do tempo (sim, as plantas crescem!). 

Imaginar o tamanho do orquidário que se pretende ter é importante porque, quem tem plantas costuma começar com uma quantidade reduzida delas. 

No entanto, após se apaixonar pela jardinagem, a família de orquídeas pode aumentar consideravelmente!

Em geral, ambientes com 4×5 metros são adequados para um orquidário com cerca de 200 plantas. Porém, não deixe de pensar na disposição dos vasos, para que as orquídeas não se sintam abafadas. 

Cobertura do orquidário

Grande parte das espécies de orquídeas não gostam de ficar a céu aberto. Por isso, é preciso providenciar uma cobertura para elas. 

Em boas floriculturas você encontra telas específicas para viveiros de orquídeas. Esses materiais são chamados de sombrites. Eles deixam passar uma quantidade determinada de luz e são bem aceitos por essas plantas. 

Outra opção são os ripados de madeira ou de bambu. Eles servem para formar a estrutura principal do orquidário e podem ser instalados transversalmente no topo, filtrando a luz em alguns horários do dia. 

Em regiões muito ventosas, use lonas transparentes. Elas controlam a passagem do vento sem impedir a incidência de luz.

Se você gostou das nossas dicas, entre em contato para saber mais sobre como montar seu orquidário em casa. Podemos ajudar você a conhecer mais sobre essa planta exótica.

Por Ana Bittencourt (MTb 14.265)

Os comentários estão fechados.