Saiba como cuidar de rosas e fazer com que elas durem mais

ico admin ico 01/04/2018

Para cuidar de rosas, é necessário um trabalho cotidiano. Você precisará de plena dedicação, mas, com certeza, o resultado trará muitos benefícios, como te ajudará a ter um dia a dia relaxante e mais belo ao tomar conta da sua planta.

Rosas são conhecidas por serem perfumadas e, também, um ótimo presente em diversas ocasiões. São companheiras dos seres humanos há vários milênios e fontes de inspiração para inúmeras músicas e obras de arte.

Neste artigo, você conhecerá algumas dicas para fazer com que suas rosas estejam sempre bonitas e saudáveis. Confira!

Iluminação e temperatura ideal

Ao cuidar de rosas, é necessário entender que elas são flores de climas amenos, ou seja, não suportam temperaturas muito altas. O ideal é que elas permaneçam em um local com temperaturas entre 18° e 25°C, mas nunca em ambiente com ar condicionado.

Para que suas roseiras cresçam fortes e saudáveis, também é importante que elas tomem sol por cerca de 6 horas diárias.

De modo a aliar temperatura à necessidade de luz solar, você pode colocá-las ao sol durante as primeiras horas da manhã e nas últimas horas da tarde e deixá-las no restante do dia em algum local mais fresco.

Adubação e eliminação de pragas

As roseiras não são tão sensíveis a um solo com menos nutrientes e, nesse quesito, exigem um pouco menos de cuidados.

Opte pela terra argilosa com cerca de um terço de areia misturada, já que isso garantirá o fluxo de ar.

Adube com esterco curtido e, em cada mudança de estação, acrescente um pouco de composto orgânico classe A, mas cuidado para não exagerar na adubação para que a planta não adoeça.

Quanto às pragas, as mais comuns são os fungos e os pulgões. É bom observar com frequência sua roseira para evitar esses males, já que são mais fáceis de tratar quando estão no começo.

Recorra a uma casa do ramo para conhecer o produto mais adequado para cada tipo de infestação, caso ela aconteça.

Poda

Sempre que uma rosa envelhecer, você deve cortá-la para que outro broto ocupe seu lugar. Pelo mesmo motivo, deve-se retirar também folhas e galhos mortos.

Durante o inverno, você deve cuidar de suas rosas, fazendo uma poda um pouco mais minuciosa, já que é o período em que as plantas estão adormecidas.

Nesse caso, corte os galhos mais grossos e que possuam bifurcações. Também será nessa época que você poderá colocar algumas mudas em outros vasos para obter novas roseiras.

Rega e drenagem do solo

Regar próximo ao caule é o mais adequado para cuidar de rosas, já que a água em contato com flores e folhas favorece o contágio por fungos.

Enquanto a planta estiver mais jovem, o ideal é regá-la todos os dias até que as folhas apareçam. Após a maturidade, o recomendado é regar semanalmente no inverno e duas vezes por semana durante o verão.

Quanto à drenagem, um solo que evite o acúmulo de água é o ideal, mas ele não pode permitir que o solo fique molhado demais. Verifique sempre se a terra já está úmida e, caso esteja, não é necessário regar novamente.

Se você gostou de aprender a cuidar de rosas e quer continuar a entender mais sobre essas flores, leia também nosso artigo sobre os diferentes tipos de rosas.

Deixe um comentário