Saiba como manter flores vivas com esses 5 cuidados

ico admin ico 07/10/2019

Para manter flores vivas por mais tempo é só seguir essas cinco dicas básicas que não têm erro.

Tem algo que alegra mais um ambiente do que um arranjo de flores naturais? Além de deixar o espaço bonito e trazer vida, elas alegram e perfumam. O problema é que depois de serem cortadas elas duram pouco. Mas, com alguns truques, é possível manter flores vivas por mais tempo.

Oferecer flores é uma maneira muito especial de dizer a alguém o quanto queremos o seu bem, pedir desculpas ou simplesmente agradecer. Por isso, quando ganhamos um buquê, queremos que ele fique bonito por vários dias.

Neste artigo, você vai aprender a manter flores vivas. Continue a leitura e aprenda a ter cinco cuidados com os seus arranjos.

 

Manter flores vivas

 

1. Tire da embalagem

O primeiro passo é desfazer a embalagem e retirar plástico, papel, fitas e qualquer outro enfeite que estiver no buquê. Isso vai permitir que as flores respirem e que você possa organizá-las em um recipiente adequado.

Depois disso, será necessário cortar a base de todos os caules para que se mantenham abertos e possam absorver melhor a água. Cerca de dois centímetros é suficiente para retirar o filme impermeável que a seiva forma na planta ao ter contato com o ar.

Faça o corte dos caules com uma faca afiada em um ângulo de 45° para facilitar a absorção da água pela planta.

 

.2. Coloque em um recipiente adequado

O recipiente precisa ter um gargalo largo para que as hastes não fiquem muito apertadas. Ele deve estar limpo, evitando a contaminação por bactérias e outros microrganismos que danificam as flores.

Existe um processo chamado endurecimento que consiste em colocar água morna (não pode ser fervente) no recipiente que vai abrigar as plantas. Ele é útil porque as moléculas de água quente se movem mais rapidamente pela haste e garantem que as flores se hidratem em uma velocidade maior. Mas, para as rosas, esse truque não funciona, pois elas preferem que a água seja gelada.

 .

3. Verifique o nível da água

Retire todas as folhas que ficarem submersas na água do vaso. Elas se danificam e apodrecem muito rápido, servindo de alimento para bactérias. Isso causará danos ao restante da planta, que morrerá mais rápido.

A água precisa ser trocada todos os dias para permanecer saudável. Elimine os resíduos e coloque líquido novo em seguida. Assim, o risco de infecção da planta é reduzido. Adicione conservante de plantas (vendido em floras) ou faça uma mistura usando uma colher de chá de água sanitária e uma de açúcar.

 .

4. Combine as flores

Caso você vá montar um arranjo, é importante saber que não são todas as flores que podem ficar juntas. Dois exemplos são os jacintos e os narcisos, que, cortados, emitem substâncias químicas prejudiciais às demais.

Quando uma das flores murchar, retire-a imediatamente do vaso. Se ela ficar, pode contaminar as outras e fazer com que todas morram.

 .

5. Escolha um local apropriado

Coloque o vaso em um ambiente que não recebe sol diretamente nem vento, que também é prejudicial para os arranjos. No mais, procure manter o buquê longe de aparelhos eletrônicos, porque eles emitem luz e calor, encurtando a vida das flores.

As temperaturas mais amenas são ideais para manter flores vivas por mais tempo. Além disso, as pétalas não podem ser molhadas, pois podem mofar. Outra dica é nunca deixar arranjos florais perto de frutas: elas soltam gás etileno, prejudicial para a vivacidade das pétalas.

Seguindo todas essas dicas, você vai conseguir manter as flores vivas por um bom tempo e deixar qualquer espaço muito mais bonito.

Agora que você entendeu que isso é possível, aproveite e veja como usar o vaso para arranjos para alegrar os ambientes.

Deixe um comentário