Entenda a importância do paisagismo para piscina

ico admin ico 13/01/2020

Você sabia que existe paisagismo para piscina? Sim, e tudo isso deixa o ambiente mais bonito e confortável.

Quem não sonha com uma área de lazer em casa para aproveitar com a família, com os amigos e ainda se refrescar? Contudo, para deixar esse canto ainda mais agradável e bonito, é fundamental caprichar no paisagismo para piscina.

Algumas plantas são ideais para esse tipo de área, não só pela beleza, mas também pela praticidade. Em um projeto de paisagismo, escolher as espécies adequadas garante, inclusive, segurança ao ambiente.

Ficou interessado? Então, siga a leitura do post e saiba como planejar o paisagismo para piscina perfeito. Vamos lá?

Qual a importância do paisagismo?

Um projeto paisagístico precisa garantir beleza e funcionalidade ao ambiente. Por isso, para áreas externas, ele sempre considera:

  • o estilo arquitetônico do imóvel;
  • o clima predominante da região;
  • a topografia;
  • a disponibilidade hídrica;
  • a beleza das plantas;
  • a presença de crianças ou animais domésticos.

A partir dessas informações, é possível projetar um paisagismo que se funda às construções, realçando suas formas e suavizando a rigidez dos materiais. Além disso, elementos arquitetônicos como caminhos, áreas envidraçadas, varandas, espelhos d’água e pergolados conseguem levar a vegetação da área externa para o cotidiano das famílias, fazendo com que arquitetura e paisagismo formem um conjunto único e harmonioso.

Quais são as plantas recomendadas no paisagismo para piscina?

A primeira ideia que vem à mente quando pensamos em paisagismo para piscina são as palmeiras, afinal, elas têm tudo a ver com ambientes frescos e descontraídos. Entre elas, as espécies palmeira-fênix e a jerivá, que são resistentes ao sol e não sujam tudo ao redor, são as mais recomendadas.

Também é possível optar por plantas com flores, mas é fundamental escolher aquelas mais resistentes às variações de temperatura. Os hibiscos e as gardênias são excelentes opções. Essas espécies também exigem menos cuidados, já que não necessitam de rega constante.

Por falar em praticidade, é muito fácil manter as orquídeas e a strelitzia sempre bonitas. Basta regá-las e retirar as folhas e flores secas. Além disso, podem — e devem — ficar sempre expostas ao sol, portanto também são recomendadas no paisagismo para piscina.

Para quem prefere mudanças no ambiente, as plantas ornamentais são uma boa ideia. O buxinho ou o pingo de ouro, por exemplo, permitem as chamadas podas artísticas, em que é possível conseguir novos formatos dependendo do corte que é feito.

Por outro lado, algumas plantas não são indicadas no paisagismo para piscina como as árvores frutíferas, que acabam sujando muito a área onde se encontram. O coqueiro, em especial, é perigoso, já que seu fruto maduro pode causar um acidente grave se cair na cabeça de alguém.

Evite também espécies com espinhos ou plantas com raízes profundas, porque podem penetrar no solo e rachar as paredes da piscina.

Quais são os cuidados básicos com o paisagismo para piscina?

Além da escolha correta das espécies, alguns cuidados são fundamentais para garantir um ambiente agradável, tais como:

  • saber os cuidados que cada planta necessita, principalmente em relação à rega e à poda;
  • transferir plantas para vasos ou para outra área do jardim sempre que perceber que as raízes estão se aproximando da piscina;
  • evitar jogar água da piscina nas plantas, já que o cloro é prejudicial;
  • limpar pelo menos uma vez por semana o ambiente, o que evitará o acúmulo de folhagens na água e nos encanamentos.

Enfim, escolhendo as espécies adequadas e tomando os cuidados necessários, você terá um paisagismo para piscina bonito e funcional.

Gostou de nossas dicas? Então, siga-nos nas redes sociais e saiba mais sobre plantas e decoração. Estamos no Facebook e no Instagram.

Deixe um comentário