Pólen das flores: você já conhece todos os benefícios?

ico admin ico 23/03/2018

Enfeitar a sua casa ou seu local de trabalho com plantas e flores significa afastar as más vibrações, trazer bons fluidos e manter as energias equilibradas. As flores melhoram a nossa qualidade de vida ao colorir os espaços, diminuir o estresse e auxiliar no tratamento de diversos problemas — e o pólen ajuda nisso.

Geralmente quando alguém fala a respeito dele você visualiza um jardim florido, com abelhas, pássaros e outros insetos circulando pela área. Entretanto, esse elemento tem uma grande importância. Então, continue lendo este post para conhecer os muitos benefícios do pólen.

O que é o pólen e como ele é produzido?

A palavra pólen é originária do vocábulo grego pales que significa pó ou farinha. Ele é constituído por pequeninos grãos que são produzidos pelas flores das angiospermas, um grupo de plantas de maior ocorrência no planeta, com mais de 300 mil espécies conhecidas.

Ele é o elemento masculino de reprodução das plantas encontrado nas anteras das flores. Sua cor original é amarelada e cada grão, acredite, contém tudo de que necessita a vida:

  • enzimas;
  • aminoácidos: ácido glutâmico, arginina, glicina, ácido aspártico, alanina, histidina, cistina, leucina, tirosina, triptofano, valina, treonina, entre outros, em quantidades maiores do que as encontradas nos ovos, leite e derivados e na carne;
  • hormônios;
  • glicídios;
  • vitaminas: vitaminas C, D, E, P e H; vitaminas do complexo B, com exceção da vitamina B12; e a provitamina A;
  • sais minerais: potássio, enxofre, ferro, manganês, fósforo, silício, sódio e cálcio, entre outros;
  • carboidratos: lactose, amido e frutose;
  • substâncias com efeito antibiótico.

Quais são os benefícios do pólen das flores?

O uso do pólen como um complemento da nossa alimentação contribui para o crescimento, fortifica o organismo de modo geral e regula o nosso sistema nervoso e as funções intestinais. Confira algumas das suas muitas vantagens logo abaixo.

É um poderoso anti-inflamatório

Como contém muitos aminoácidos e outros nutrientes o pólen auxilia na proteção da pele e regeneração das células, agindo no tratamento de irritações como a psoríase e os eczemas.

O pólen é benéfico também como agente anti-inflamatório para os problemas da próstata, por ser rico em hormônios vegetais e enzimas. Esses hormônios não causam efeitos colaterais e são capazes de facilitar a regulação das glândulas endócrinas. Nos casos de hiperplasia prostática, por exemplo, ele pode ajudar na diminuição da inflamação.

Ajuda a reduzir o inchaço

O pólen contém o kaempferol, que é também encontrado no brócolis, maçã e outras fontes vegetais. Ele atua no organismo como um antioxidante, anti-inflamatório e anticancerígeno.

Por isso, o pólen pode ser recomendado como uma pomada tópica. Essa composição acelera o processo de cicatrização, principalmente para aliviar queimaduras. O kaempferol funciona como um inibidor de enzimas, reduzindo as reações inflamatórias e o inchaço.

Age como regulador hormonal

O pólen possui um elevado valor nutricional. Por causa disso é um excelente estimulante para a produção dos hormônios masculinos e femininos. A geleia real é recomendada para os casos dos incômodos do climatério, como estimuladora do organismo e controladora das funções orgânicas.

O uso do pólen pelas mulheres na menopausa afasta a obrigação da reposição hormonal artificial (salvo algumas exceções) e minimiza os transtornos. No caso dos homens na andropausa, depois dos 50 anos de idade, protege contra o crescimento da próstata.

Contribui para a massa muscular

O pólen é um dos mais completos alimentos disponíveis na natureza, além de conter todos os aminoácidos indispensáveis à saúde. Atletas e iniciados no fisiculturismo consomem esse alimento como auxiliar e fornecedor de energia durante suas atividades físicas. Assim, conseguem mais resistência durante os treinamentos. Além disso, os aminoácidos do pólen colaboram na recomposição muscular pós-treino.

Minimiza o envelhecimento cerebral

O pólen é um fornecedor de todas as proteínas (aminoácidos) exigidas para a glândula hipófise, (que é reguladora da dor e possibilita a elevação da nossa condição de diminuir o estresse, o cansaço mental e a amnésia), possa fabricar um neuro-hormônio indispensável para que ela cumpra a sua função.

Depois que consumimos o pólen, ele produz uma sensação de euforia e o consequente crescimento da capacidade física e mental. O humor melhora, recupera-se a vitalidade, desacelerando o envelhecimento do cérebro.

Acelera a queima de calorias

Se você está planejando perder aqueles quilinhos extras, os benefícios do pólen são muitos para quem deseja reduzir ou controlar o peso, pois ele corrige eventuais desequilíbrios na química metabólica( um dos possíveis motivos do aumento de peso), estimula o metabolismo e a queima calórica.

Além disso, por conter fenilalanina natural, funciona como um supressivo do apetite, agindo no controle da fome e saciedade.

Como consumir o pólen?

Você pode estar se perguntando: qual é o pólen ideal para eu usar: aquele que está nas flores ou o que é carregado e consumido pelas abelhas?

O consumo diretamente das flores é diferente de utilizar o que é transportado pelas abelhas. Isso devido ao fato de que elas usam a saliva para fixar o pólen em suas patas.

A saliva desses insetos é abundante em vitaminas, enzimas e minerais e, ao entrar em contato com o pólen, deixam-no ainda mais repleto de nutrientes. Esse tipo é conhecido como pólen apícola.

Comumente ele é comercializado em cápsulas ou em pó e pode ser misturado ao leite, iogurte ou suco. Se quiser, espalhe sobre uma fruta, salada ou outro tipo de alimento. Lembrando que é importante seguir uma orientação especializada quanto à frequência e quantidade.

O que fazer em relação à alergia ao pólen?

Mesmo sendo um produto natural, nem todas as pessoas podem usufruir dos benefícios do pólen. Ao ingerir, quem é alérgico poderá sofrer reações graves, como edema de glote, urticária e falta de ar.

Mulheres grávidas também devem evitar o consumo, uma vez que existe a suspeita de que o pólen estimule o útero e coloque em risco a normalidade da gravidez, inclusive com a possibilidade de aborto em casos extremos.

Geralmente as reações alérgicas ao pólen são as tosses e pigarros; dores ou coceira na garganta; espirros; olhos lacrimejando ou coçando e nariz entupido ou escorrendo.

Como você acabou de ler, o pólen das flores é um alimento indispensável para o seu bem-estar e qualidade de vida. Claro que seu uso deve estar associado aos hábitos saudáveis, prática de exercícios físicos e alimentação balanceada. Como diz o bordão, “saúde é o que interessa!”.

Quer mais informações sobre este e outros temas com dicas a respeito de flores, buquês, cestas de café da manhã, cestas de vinho com chocolate, vasos de plantas, coroas de flores, entre outros? É só seguir a gente no Facebook e Instagram.

Deixe um comentário