9 tipos de orquídeas e o que cada uma representa

ico admin ico 24/10/2017

Além do charme e do contorno excêntrico, as orquídeas oferecem uma enorme abundância de cores. Conheça alguns tipos de orquídeas abaixo:

Além do charme que envolve as orquídeas, elas contam com uma particularidade excepcional que é a de haver mais de 35 mil espécies na natureza, difícil até de catalogá-las. Quer coisa melhor que isso? Ter essa flor esplendorosa de todos os tipos, tamanhos e cores?

As orquídeas são plantas que compõem a família Orchidaceae, uma das maiores existentes no mundo, e, justamente por isso, despertam interesse, em especial, de colecionadores  — os conhecidos “orquidófilos”.

A maioria, no entanto, é utilizada para finalidade ornamental, já que sua beleza é incontestável em todas as suas variações. Contudo, algumas delas são cultivadas pela sua funcionalidade, que o caso da Vanilla, aplicada na produção de baunilha, bem como a Jumellea, utilizada na produção de perfumes e tabaco.

Neste artigo, você vai saber quais os principais tipos de orquídeas e o que cada uma representa. Continue conosco e confira!

Como plantar e cultivar uma orquídea?

 

Para que suas orquídeas se mantenham saudáveis e bonitas por muito tempo, alguns cuidados são essenciais e isso pode ser feito com poucos produtos químicos. Basta que você apele para alguns itens que qualquer pessoa tenha em casa. Confira algumas dicas de cultivo e cuidados:

  • opte pelos vasos de barro, esqueça os de plástico, pois apesar de serem mais caros, têm porosidade na sua fabricação, garantindo mais drenagem da água. No caso de escolher os de plástico, cuide para que não fiquem encharcados;
  • troque a orquídea de vaso se sua base estiver a menos de um dedo da borda do vaso. O ideal é que fique a menos de dois dedos de altura abaixo da borda;
  • ao acomodar a orquídea no novo vaso, repare de que lado surgem os novos brotos  — ele será a frente da orquídea. A parte de trás deve ficar encostada em um dos lados do vaso para que o crescimento da planta se torne mais forte;
  • uma boa dica para ajudar no crescimento da flor é acrescentar chips de fibra de coco ou musgo à planta. O musgo deve ser lavado para que seja retirado o excesso de areia do produto;
  • esterilize a tesoura antes de usá-la em outra orquídea;
  • ao descartar uma folha, passe canela em pó para cicatrizar o local do corte;
  • se notar manchas nas folhagens, trate-as com fumo de corda. Ferva o fumo na água por uma hora, dilua a solução e depois de fria borrife nas folhas várias vezes;
  • elimine cochonilhas e pulgões, lavando as folhas com sabão de coco. Use uma escova para esfregar as folhas;
  • repare na coloração da folhagem. Se estiver escura, transfira a orquídea de local. Quanto mais contato ela tiver com a luz, mais vai florescer;
  • por fim, identifique suas orquídeas com plaquinhas. Além da espécie, anote o período de sua última floração. Uma sugestão é na próxima florada aplicar NPK 10 30 20, que tem mais concentração de fósforo.

 

Vamos conhecer os principais tipos de orquídeas?

 

1. Orquídeas de cor rosa ou Phalaenopsis Pink

 

As orquídeas cor-de-rosa remetem ao universo feminino, representam encanto e sedução, por isso, se adéquam bem a uma declaração de amor. Experimente! Além disso, são majestosas e elegantes.

É de origem de países da Ásia (Filipinas, Indonésia, Malásia, Sumatra, China e Taiwan). É natural das florestas tropicais, cultivadas em troncos de árvores, onde se fixa por meio das raízes (é epífita). Protege-se do sol forte e da luminosidade excessiva e beneficia-se também da umidade própria do ambiente, necessária para o seu crescimento saudável.

2. Orquídeas de cor branca ou Phalaenópsis Branca

 

O branco tem conexão direta com a brandura e a eternidade dos sentimentos. Por isso, as orquídeas brancas são ideais para proclamar declarações verdadeiras e efetivar um pedido de casamento, arranjo de casamentos e buquês de noiva, por exemplo.

São espécies asiáticas, as Phalaenopsis também são conhecidas por “orquídeas-borboletas”, por sua semelhança com “asinhas de borboletas”. Esse tipo prefere climas mais quentes, sombra e pouca água. Sua floração pode ocorrer algumas vezes por ano e suas flores duram cerca de três meses.

3. Orquídeas Oncidium ou “Chuva de Ouro”

 

As Orquídeas Chuva de Ouro transmitem alegria e vitalidade, ideais para felicitar em datas de aniversário, por exemplo, ou para entregar a pessoas que estão em estado de convalescença.

Trata-se de um dos tipos de orquídeas largamente encontrada na América Latina, conhecida no Brasil como “chuva-de-ouro”. Contam com flores pequenas, mas de rara beleza, muito delicadas e perfumadas, como é o caso da Oncidium sharry baby, que exala um delicioso cheiro de chocolate na floração.

4. Orquídeas de cor azul

 

As Orquídeas de cor azul concebem calmaria e paz a qualquer ambiente, além de transmitirem confiança, fidelidade e reconhecimento. Por isso, são um presente ideal para trazer harmonia a quem se gosta.

Seu desenvolvimento requer alguns cuidados. Checar se o lugar está bem arejado, se estão bem hidratadas e se necessitam de sol são dicas essenciais para a sua durabilidade.

5. Orquídeas de cor lilás ou Orquídea Denphal Lilás

 

Essas cores remetem à espiritualidade, transmutação de energias ruins em boas, ou seja, transmitem excelentes sentimentos. São presentes primorosos para qualquer momento.

Orquídeas de cor lilás ou roxas, conhecidas também como orquídea Denphale Lilás, são comuns em ambientes que se destinam a práticas de meditação.

A orquídea Denphal pode ser encontrada em variadas colorações e padronagens. Ela deve ser cultivada em solo apropriado para orquídeas epífitas.

Se a pessoa quiser cultivá-la em vasos, vale lembrar que os de barro são os mais indicados porque permitem maior entrada de ar; já os vasos de plástico retêm muita umidade, mantendo as raízes encharcadas e até abafadas.

6. Orquídeas Dendrobium

É a famosa “orquídea olho-de-boneca”, um dos gêneros que mais têm espécies, e são de fácil cultivo. As orquídeas desse tipo costumam florescer no final da primavera, e na época de seu desenvolvimento necessitam ser regadas frequentemente.

7. Orquídea Ludsia Discolor ou pipoca

 

Conhecida também como orquídea pipoca, visto que o amarelo do centro lembra um grão de milho e as pétalas, pipocas. De origem asiática, a flor é fácil de ser cultivada. Ela pode ser plantada em vasos, não precisa de muita rega e nem luminosidade.

8. Orquídea Sapatinho

tipos de orquídeas sapatinho

Tem este apelido porque seu formato lembra um sapatinho e é um dos mais diferentes tipos de orquídeas. Ela é originária do sudeste asiático e, geralmente, sua floração ocorre no inverno, em tempos úmidos e meses mais frios.

Nome científico: Paphiopedilum.

9. Orquídea astronauta

 

Espécie de orquídea muito interessante, pois conta com um formato bastante exótico, como sua coloração também.

Como você conferiu, existem vários tipos de orquídeas. Para cultivá-las, basta dedicação, pois são muito formosas e delicadas e, por isso, necessitam de atenção e cuidados especiais, como a sombra ideal e os raios solares adequados. Para comprar, busque em sites especializados, que além de lhe darem todas as informações sobre o cultivo, lhe fornecem exemplares especiais.

Gostou deste post sobre as belas e formosas orquídeas? Que tal conhecer nosso site e conhecer a variedade de tipos que disponibilizamos para nossos clientes. Visite nossa página!

Deixe um comentário