O que fazer para harmonizar vinho e chocolate?

ico admin ico 20/03/2018

Quem aprecia um bom vinho — seu aroma, sua cor e seu sabor — tem sempre uma vontade de entender mais sobre a bebida, a safra, o tipo de uva e especialmente aprender as maneiras de harmonizá-la com pratos e iguarias. Como é possível ter várias experiências deliciosas e não necessariamente com comida salgada, que tal harmonizar vinho e chocolate?

Pois é, eis uma das combinações mais gostosas e inesquecíveis! Entretanto, é preciso ter alguns cuidados para não diminuir o prazer da degustação. Se você tem interesse em saber mais sobre esse par perfeito, preparamos este post com orientações importantes para você conseguir a combinação ideal para todas as ocasiões. Boa leitura!

Saiba como os vinhos são classificados

Você constrói o sabor do vinho que está bebendo por meio do paladar, do olfato e da visão. Assim, a bebida tem uma classificação para atender às exigências desses 3 sentidos e oferecer o máximo de prazer e bem-estar em suas comemorações. Confira como essa classificação é feita.

Classe de vinho

Por meio dessa classificação é possível saber qual é o estilo e o teor alcoólico da bebida.

  • Vinho de mesa: graduação alcoólica de 10 a 13º, categorizado como frisante ou gaseificado, fino, comum, especial ou nobre.
  • Vinho leve: teor de álcool de 7 a 9,9º.
  • Champanhe: é um espumante com gradação alcoólica de 14 a 18º.
  • Vinho composto: tem adicionados produtos de origem vegetal, animal, óleos e seu teor varia entre 15 e 18º.
  • Vinho licoroso: tem características de licor e a graduação fica entre 15 e 18º.

Cor do vinho

O tipo da uva e o processo de fermentação têm relação com a cor. Você encontra para consumo 3 colorações.

  • Tinto: é o mais consumido e é produzido com uvas avermelhadas ou roxas.
  • Branco: originado de uvas brancas ou escuras, sem que seja usada a casca.
  • Rosé: produzido com uvas escuras que soltam pouca cor durante a fermentação ou da mistura de bebida tinta e branca, que gera a tonalidade rosa suave.

 

uvas verdes

Teor de açúcar

Essa classificação tem a ver com o sabor e o aroma do vinho, intensificando determinadas características do líquido.

  • Seco (ou brut): até 5g de açúcar em cada litro.
  • Suave: mais de 20g de açúcar/litro.
  • Demi-sec: de 5 a 20g de açúcar por litro da bebida.

Aprenda 5 dicas para combinar vinho e chocolate

Vinho e chocolate pode ser uma união divina, desde que você a promova adequadamente e com toda a sensibilidade e prazer. Afinal de contas, os dois foram feitos para sentir, apreciar e saborear.

Cada um tem suas peculiaridades e ambos são complexos nas suas texturas e nos sabores. Quando você acerta na escolha de um e de outro, a ligação é sensacional, revelando sutilezas incríveis dessas maravilhas.

É evidente que o critério de qualidade é fundamental no momento de optar por um e por outro, e uma seleção de bom gosto certamente influenciará na impressão final dessa associação.

Confira nossas dicas para se tornar especialista na combinação de vinho e chocolate.

1. Inicie com um chocolate mais amargo

A gordura e o açúcar são muito acentuados na composição de um chocolate. Portanto, é preciso ter uma atenção especial para evitar os transtornos de uma combinação incorreta. As duas substâncias influenciam muito o nosso paladar e podem atrapalhar a assimilação de outros sabores.

Uma sugestão é decidir por um chocolate com menor teor de açúcar e de gordura, com um percentual de cacau entre 50% e 70%.

Esse tipo de chocolate pede um vinho complexo, com aroma (de madeira, flores e frutas) e denso. Além disso, deve apresentar um teor de açúcar elevado. Como recomendação para garantir a sintonia, dê preferência a um tinto de sobremesa.

2. Aposte no vinho licoroso

O vinho licoroso, além de encorpado, é fortificado durante as etapas de vinificação, com a adição do álcool vínico. A razão desse procedimento é provocar a interrupção da fermentação. Com essa parada é possível assegurar a manutenção do açúcar natural da fruta — isso faz com que o vinho fique mais adocicado.

Com o teor mais alto de açúcar o vinho licoroso se aproxima mais do chocolate, equilibrando os pesos e promovendo uma das mais famosas harmonizações entre eles.

Entretanto, é preciso ter muito cuidado na hora de consumir a bebida. Evite exageros, pois o vinho licoroso tem alta graduação de álcool.

3. Harmonize chocolates com vinho de colheita tardia

Vinho de colheita tardia, como o nome já diz, é aquele produzido a partir de uvas que foram colhidas depois do tempo ideal para isso. Até que isso ocorra, as frutas passam por um processo de desidratação. Esse processo faz com que a concentração do açúcar seja muito maior, resultando em uma bebida mais densa e mais doce.

O par perfeito para ele? O chocolate ao leite. Lembre-se de que a palavra de ordem é sintonia. Nesse caso, as doçuras combinam deliciosamente.

4. Combine o moscatel com os chocolates brancos

Chocolate branco com o espumante moscatel é mais uma dupla muito agradável. É uma bebida mais doce por tradição. As bolhas de gás carbônico e a sua acidez facilitam a retirada da gordura e do doce do chocolate.

Especialistas recomendam que você decida por um vinho de fermentação maloláctica. Esse processo de fermentação utiliza-se de bactérias lácteas que transformam o ácido málico, que é mais forte, em ácido láctico (que é mais fraco). Esse procedimento ocasiona a perda de parte da acidez da bebida, tornando o vinho mais equilibrado e levemente amanteigado.

5. Experimente chocolate e vinho do Porto

O vinho do Porto é uma bebida fortificada. Seu teor alcoólico é mais alto, comumente em torno de 20% por causa da adição de aguardente vínica.

Quem ainda não reuniu um delicioso chocolate, preferencialmente forte, com essa distinta bebida, está deixando de apreciar um casamento perfeito de sabores.

O vinho também harmoniza com sobremesas à base de chocolate. Como informação complementar: se você ouviu dizer que esse vinho é originário do Porto, cidade portuguesa, desconsidere. O vinho é produzido na região demarcada do Douro. Está situada a 100 quilômetros ao norte de Portugal. A produção navega pelo rio Douro até chegar à cidade do Porto e viajar para diversas partes do mundo.

Harmonizar vinho e chocolate é uma tarefa muito pessoal, que envolve sentidos e sentimentos muito particulares. Portanto, as dicas que você aprendeu servem como uma orientação. O importante é testar, experimentar de acordo com seus gostos e intuições. O fantástico desses instantes está nas diversas descobertas que podem acontecer.

A combinação de vinho e chocolate não tem muito segredo, e o resultado é sempre uma delícia. Qual é a sua opinião a respeito? Deixe um comentário!

Deixe um comentário