As flores liziantus são conhecidas por sua delicadeza e extrema sofisticação. Destacam-se por apresentarem pétalas finas e de intensa formosura e, por isso, muito utilizadas como flores ornamentais. 

Suas colorações são essencialmente azul, branca e roxa, no entanto é possível encontrá-las nas tonalidades híbridas com variações que permeiam o rosa e o lilás. Não é à toa que essa flor vem ganhando admiração, em especial, das noivas, que veem na espécie toda a delicadeza e romantismo que o momento requer. 

Origem e características das flores liziantus

As flores liziantus são originárias de regiões desérticas do México e dos Estados Unidos, como o Arizona, o Colorado e o Texas. Apesar de sua origem ser de locais desertos, elas precisam ser cultivadas próximas a rios ou mesmo em solos com água em abundância para se desenvolverem bem.

Por aqui, a espécie começou a ser comercializada na década de 90, por isso o Brasil ainda engatinha no seu cultivo. No Japão essa bela flor já é explorada há cerca de 30 anos.  

A flor liziantus pertence à família Gentianaceae, e para cultivá-la basta plantá-la em um vaso ou como flor de corte. Trata-se de uma planta frágil e, por isso, seu cultivo em larga escala representa grandes custos.

Cuidados

Como estamos falando de uma espécie originária de clima seco, alguns cuidados são necessários. Veja:

  • as regas devem ser com muita cautela, visto que o excesso pode matar o seu caule, além disso evite molhar as pétalas;
  • em climas úmidos as regas devem ser uma vez por semana;
  • o ambiente onde a planta será cultivada deve ser iluminado;
  • as pragas devem ser mantidas longe para que ela cresça sem problemas.

O liziantus começa a florescer de 10 a 14 dias após o transplante da muda. O plantio de uma muda deve ser feita no vaso de 14 cm. O surgimento das flores depende das condições climáticas, geralmente florescem nos meses mais quentes do ano. Para manter a flor saudável, o solo do plantio precisa ser profundo e conter muita matéria orgânica.

Como flor de corte, em casos de arranjos disponibilizados em floriculturas, ela pode se conservar por mais de 10 dias se houver os devidos cuidados. 

Tipos de liziantus

Apesar de ser uma planta originária da América do Norte, as flores liziantus ganharam popularidade por intermédio dos japoneses, que se dedicaram ao seu cultivo, criando até variações da espécie. Veja suas colorações:

  • pétalas roxas;
  • pétalas azuis;
  • pétalas brancas; 
  • pétalas rosas;
  • pétalas lilás.

O Brasil hoje consegue uma boa produção dessa espécie. Isso se deve ao fato de os principais cultivadores serem de origem asiática, que já estão acostumados com o seu plantio.

Ocasiões

As flores liziantus são indicadas para o buquê de noivasarranjos decorativos e ornamento de casamentos, bodas e outros eventos especiais, garantindo mais elegância e delicadeza aos espaços.

Significado

A palavra liziantus tem origem grega, lizi quer dizer macio e antus representa flor. Sendo assim, o seu significado nos remete à maciez e, consequentemente, à delicadeza.

Está relacionada também à sofisticação e elegância, daí ser amplamente utilizada em decoração de ambientes, em especial em casamentos e até no buquê da noiva.

Presentar pessoas com um buquê de flores liziantus é um gesto de muita gentileza. Oferecer a quem se ama é uma forma de demonstrar todo o afeto e carinho, além da entrega amorosa e do romantismo que carrega.

2020 © Direitos Reservados