A conservação das flores de corte depende de alguns cuidados que devem começar desde a escolha da planta na floricultura. Afinal, quem não gosta de ter um lindo e viçoso arranjo floral enfeitando e alegrando os espaços da casa por muito tempo?

Sendo assim, algumas medidas vão garantir a durabilidade dos buquês, mantendo-os frescos o maior tempo possível. Para começar, algumas informações sobre as espécies adquiridas são necessárias, como a iluminação ideal, de que forma deve ser o corte de seus cabos, a quantidade de água que de necessitam, entre outros cuidados.

Vamos saber mais como conservar arranjos de flores? Confira, então, este mini e-book com informações preciosas!

O que são flores de corte?

As flores de corte são aquelas que integram os buquês e arranjos, entre outros ornamentos, e que geralmente são cortadas no caule. São altamente suscetíveis à desidratação e os cuidados devem começar logo que são separadas da raiz.

Como conservar por mais tempo?

Neste mini e-book, você vai saber como conservar suas flores vivas e viçosas por bastante tempo. Para isso, alguns cuidados são necessários desde o momento que você as recebe ou as compra. A primeira coisa a fazer é escolher as flores sadias, sem nenhum machucado. Saiba a seguir o que fazer para mantê-las bonitas. 

1. Retire as flores da embalagem

A primeira coisa a fazer — e precisa ser o mais rápido possível -— é retirar as flores de corte da embalagem e, dessa forma, garantir que respirem sem barreiras. Outro cuidado inicial é garantir que a jarra em que elas serão colocadas esteja limpa.

2. Corte as hastes adequadamente

O corte deve ser dois cm acima da base da flor e de forma diagonal. Deve ser feito debaixo da água para impedir que entre ar na haste da planta. O material mais indicado é a tesoura de poda ou um estilete bem-afiado. É importante que o caule não seja esmagado.

3. Limpe bem o vaso

O vaso que será utilizado deve ser higienizado e, toda vez que houver a troca de água, é aconselhável que ele seja novamente desinfetado. Uma boa sugestão é utilizar a variação em prata, já que o material conta com ação antibactericida. 

4. Prepare a água

Prepare uma solução composta por meio copo de água limpa fria, 1 cs de açúcar e 2 cs de vinagre branco. Depois, coloque essa solução no vaso vazio e cubra com água fria até 3 dedos da base do caule das flores. Vale lembrar que a água deve ser trocada a cada dois dias.

5. Tome outros cuidados importantes

Outras medidas para evitar que suas flores murchem antes da hora podem ser tomadas. Veja:

  • invista em compostos conservantes encontrados em floriculturas;
  • mantenha suas flores na sombra;
  • evite regar as pétalas das flores;
  • retire qualquer folha submersa;
  • retire as pétalas murchas que com o tempo vão surgindo;
  • remova os espinhos das rosas.

É importante ressaltar que existem espécies que têm uma maior durabilidade que as demais. Sendo assim, na hora de escolher, opte pelas seguintes: rosas, gérberas, alpínias, antúrio, copo-de-leite, helicônias e lisianto.

Quais erros aceleram a morte das flores?

Se você quer manter suas flores no jarro por bastante tempo e evitar que morram antes da hora, veja os erros que não pode cometer:

  • colocar água gelada  pode causar choque térmico na planta;
  • não trocar a água ou demorar muito;
  • manter as folhas no caule para deixá-las mais vistosas;
  • colocá-las no vaso com a embalagem.

Como você conferiu neste mini e-book, é possível manter suas flores de corte lindas por algum tempo e frescas ao seguir as medidas citadas. Nada como enfeitar nossa casa com flores e tornar os espaços alegres, harmoniosos e aconchegantes!

2020 © Direitos Reservados